Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Professora do curso de Direito realiza palestras no Instituto Federal Farroupilha

Professora do curso de Direito realiza palestras no Instituto Federal Farroupilha

16/08/2018 11h22 - última modificação 22/08/2018 14h54

A professora do Curso de Direito e Coordenadora da Cátedra de Direitos Humanos da Faculdade Metodista, Patrícia dos Reis, realizou duas palestras sobre direitos e deveres da Criança e do Adolescente, no Instituto Federal Farroupilha (IFF) de São Vicente do Sul.

Na primeira atividade, a professora realizou uma palestra de retorno às aulas para as turmas de 1º ano dos Cursos Técnicos Integrados do IFF, sobre “Riscos e os descontroles do ciberespaço”. O evento ocorreu na tarde do dia 31 de julho. No bate-papo, foram abordadas questões sobre os principais direitos e deveres previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. Neste viés, também foram relatadas algumas experiências proporcionadas pelas tecnologias, em especial a internet e as redes sociais, como: Bullying, cyberbullying, doenças da internet, vício em jogos online, entre outras práticas. Ao final, por meio de uma metodologia diferenciada e interativa, a professora ainda demonstrou aos estudantes quais os riscos e implicações das temáticas no desenvolvimento das crianças, bem como quais as responsabilidades que os adolescentes exercem em relação a estas infrações.

                    

                  Fotos: Dovulgação/Ascom São Vicente do Sul 

Após o 1º evento, Patrícia foi convidada pelo Poder Judiciário de São Vicente do Sul para realizar outra palestra no IFF sobre "Os riscos e descontroles do ciberespaço para Crianças e Adolescentes", desta vez para o público do 2º Encontro Regional de Conselheiros. O objetivo da palestra, de acordo com a professora, foi atualizar os conselheiros sobre as novas temáticas que permeiam os direitos da criança e do adolescente. Neste contexto, foram apresentados os procedimentos a serem tomados quando o conselho é acionado para encaminhamento de casos que envolvam bullying, cyberbullying, sexting e práticas de cutting.

A coordenadora da Cátedra comenta a respeito da importância das palestras e do seu trabalho frente a conscientização das pessoas quanto seus direitos e responsabilidades: “Foram dois dias extremamente produtivos, regados de conhecimento, interações, discussões, capacitação, atualidades e receptividade. Esse trabalho só me fortalece a continuar semeando conhecimento para que esse gere frutos e possa contribuir para a formação de pessoas cientes de seus direitos e deveres, assim como de suas responsabilidades por um mundo mais humano, justo e fraterno”, declara.

                     

 

Assessoria de Imprensa